Ejaculação precoce

Ejaculação precoce é um distúrbio que acomete homens e está associado principalmente à ansiedade, o tratamento inclui psicoterapia e/ou o uso de antidepressivos.

Para caracterizar o distúrbio, é preciso que o episódio se repita com frequência e o homem não consiga satisfazer a parceira em pelo menos 50% das relações.

A principal causa da ejaculação precoce é a ansiedade

O problema é que quanto mais repetidas forem essas ejaculações, mais ansiosos eles ficam, mais adrenalina produzem e mais rápido ejaculam. Em alguns casos, a ansiedade é tanta que acabam desenvolvendo algum tipo de disfunção erétil.

TRATAMENTO

O tratamento inclui psicoterapia e/ou o uso de antidepressivos (inibidores seletivos de recaptação da serotonina), que aumentam a quantidade de serotonina no cérebro.

O que se espera é que ele seja eficaz para baixar o nível de ansiedade e aprender a controlar a resposta ejaculatória.

Nesse processo, é muito importante contar com a ajuda de uma parceira cooperativa.

ejaculação precoce se manifesta principalmente na adolescência. Falta de experiência, medo de mau desempenho, inibição diante da parceira podem criar um estado de ansiedade intensa que leva o jovem a ejacular rapidamente.

Existem dois caminhos para reverter esse distúrbio: a psicoterapia e o uso de antidepressivos. O resultado do tratamento será melhor se o paciente puder contar com a participação da parceira.

Opções de tratamento

Técnica da compressão

Nesta técnica o homem aprende a reconhecer as sensações que surgem antes da ejaculação e a controlá-las.

A grande vantagem desta técnica é que pode ser feita pelo próprio homem, não sendo necessária a ajuda da parceira ou parceiro.

Para isso, deve-se fazer estimulação do pênis, através de masturbação ou relação sexual, e, quando se sentir que se irá ejacular, deve-se parar e fazer pressão sobre a cabeça do pênis.

Uso de anestésicos tópicos

Algumas pomadas ou sprays que contêm uma substância anestésica, como lidocaína ou benzocaína, podem ser usados para diminuir a sensibilidade do pênis e aumentar a duração do ato sexual, sem que ocorra a ejaculação.

Este tipo de produtos deve ser indicado pelo médico e precisam ser aplicados cerca de 10 a 15 minutos antes da relação.

Além destes produtos, existem ainda preservativos que contém o anestésico no seu interior e que também podem ser usados. Alguns exemplos são:

  • Durex Prazer Prolongado;
  • Prudence Efeito Retardante;
  • Prudence Ice.
  • Macho macho
  • Tesão de vaca

Espero que tenham gostado desse artigo e até nossa proxima postagem.